Castração – Mitos & Dúvidas Frequentes

Castração

Através deste pretendo esclarecer algumas dúvidas que surgem sobre as castrações, pois muitas pessoas associam esta intervenção cirurgica esta associada com animais letárgicos e gordos, ou até como uma “mutilação” e “cirurgia cruel e sem necessidade”.

1. A castração faz com que o animal engorde?

É verdade que pode haver um aumento de apetite, mas se o proprietário controlar a alimentação, não ceder à todas as vontades do animal, e estimular seu pet a se exercitar não haverá aumento de peso.  Animais castrados antes de 1 ano de idade em geral apresentam menos aumento de apetite, consequentemente menor tendência a engordar.  A obesidade pós castração é causada, na maioria dos casos, pelos donos e não pela cirurgia.

2. A castração deixa o animal apático?

O animal ficará letárgico, após a castração, apenas de ficar obeso. Com o aumento de peso se cansam com mais facilidade e não terão a mesma disposição para as brincadeiras. A lertagia aparece pela obesidade e não pela castração em si. Na fase adulta os animais vão diminuindo as atividades gradativamente, muitos associam, erroneamente, isso a castração.

3. A castração mutila o animal, é uma cirugia cruel.

Esta é uma intervenção cirurgica muito simples e rápida, principalmente para os machos. O pós operatório exige alguns cuidados, mas não é nenhum bicho de 7 cabeças. É utilizada anestesia geral, e 24 horas após a cirurgia o animal estará completamente ativo. Não há nada de maléfico para o pet, que terá uma vida absolutamente normal.

4. A castração evita o cancêr nas fêmeas?

As fêmeas castradas até um ano de idade, tem chance bastante reduzida em desenvolver cancêr de mama quando adultas, se comparadas as fêmeas não castradas. A possibilidade de cancêr de mama é praticamente nula quando são castradas antes do primeiro cio. A retirada do útero precocemente anula a change de problemas  como piometra entre outros na fase adulta.

5. Castrando os machos eles param de marcar território?

Com a castração os machos não produzem os hormônios masculinos, e com isso alguns hábitos para demarcar território e até de “posse” das fêmeas são inibidos. Se o macho for castrado até os 6 meses de idade a chance dele se interessar em demarcar território chega a praticamente nula. Alguns ainda mostram interesse por fêmeas, mas são inférteis, e por isso não causam gravidez indesejada.

6. A fêmea deverá ter uma ninhada para depois ser castrada.

Esta é uma afirmação infundada. Ao contrário do que muitos pensam as fêmeas não ficam tristes ou frustradas por não terem tido filhotes, esta é uma característica humana e não se aplica aos animais. A castração irá prevenir gravidez psicológica também, e com isso a redução da taxa de cancêr mamário.

Patrícia Stunitz – Green Day Kennel


Veja as vantagens em castrar seus animais

Fêmeas:
-O cio deixa de ocorrer, conseqüentemente não há mais sangramento;
-A fêmea deixa de atrair machos e procriar;
-Diminui o risco de câncer das mamas e elimina o câncer de útero;
-O animal fica mais tranqüilo.
-Estará se livrando da piometra (infecção no útero) que atinge em média 60% das cadelas não castradas e cujo tratamento inclui a esterilização.
-Não, as fêmeas não engordam por causa da Esterilização. Em 30 % dos casos o apetite aumenta, mas se a ingestão de alimentos for controlada após a cirurgia esse problema tende a diminuir.
-Castrando a partir de 2 meses de idade (antes da puberdade) as vantagens são: -Cadelas e gatas castradas antes da puberdade reduzem em 90% as chances de terem câncer de mama.
-A recuperação pós-cirurgia é mais rápida (filhotes com até 30 dias se recuperam imediatamente após o término da anestesia).
-Não haverá aumento na tendência a obesidade.

Machos:
– É mais simples que nas fêmeas.
– Ele continua guardião da casa e da família.
– O animal fica mais tranqüilo;
– Diminui o risco de fugas atrás de fêmeas;
– Diminui a necessidade de marcar território;
– Diminui o problema de latidos excessivos e uivos;
– Não terá câncer nos testículos;
– Estará menos sujeitos a tumores anais.
– Não, o animal não fica “boiola”.

OBS:. A incontinência urinária em cadelas e a incidência de obstrução uretral em gatos não aumentam em animais castrados.

Além de todas essas vantagens, sai muito mais barato uma esterilização que cuidar de toda uma ninhada, alimentação dos filhotes e da mãe, higiene, remédios, vacinas, vermífugos, o trabalho que você terá para conseguir doá-los, e o mais importante, para uma pessoa responsável que não jogue seu animalzinho na rua, o sujeitando a violência, doenças, a carrocinha, a passar fome etc.

Fontes: Instituto Nina Rosa e American Humane Association

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: